0

Linguagem Infantil 2 a 3 anos

Desenvolvimento da linguagem aos 2 anos Nesta idade, crianças pequenas estão aprendendo a linguagem rapidamente. Agora, seu filho já consegue criar frases ou orações de duas (ou mais) palavras. Ela pode não usar alguns conectores e se concentrar em substantivos e verbos, mas se você preencher os espaços em branco, ela começará a aprender as pequenas palavras também. Eis alguns marcos de linguagem que você pode esperar: Como a criança chama a si mesmo? Ela passará usar seu nome para dizer "eu" em alguns meses. Ela também deve começar a usar outros pronomes em breve. Espere por ouvir alguns erros durante o processo. Ela deve conseguir identificar e mesmo até dizer o nome de algumas partes do corpo. Veja quantos ela pode acertar. Ela deve começar a seguir algumas histórias simples em livros ilustrados. Veja se ela consegue dar os nomes das imagens em cada página. Ela deve começar a entender o que as preposições querem dizer. Peça que brinque com seu ursinho de pelúcia, colocando-o "sob a cadeira", "na cadeira" e "perto da cadeira". Quando ela tiver três anos, mesmo uma sequência de cinco ou seis palavras localizadoras não a atrapalhará.Ouça os "erros" da criança. As crianças aprendem a linguagem ao usar regras que deduzem sozinhas. Embora as orientações dessa criança pequena possam levar a frases erradas, elas lhe darão a percepção de como ela está aprendendo. Por exemplo: Algumas crianças inclinam-se a ser exageradamente genéricas: Todos os cachorros são "Rover". Todas as senhoras de idade são "vó".Outras são bem específicas: Apenas Rover é "um cão"; outras criaturas de quatro pernas devem ter outros nomes.Muitas crianças erram na conjugação: "Um pé, dois pé"; "Eu vai, eles vai"; "Meu caminhão é quebrado".Muitas também criam novas palavras (ou neologismos): Uma fonte de água é "jorro de água", um "lapista" é quem usa lápis para desenhar, um cachorro (palavra difícil de pronunciar) se torna um "auau" e espaguete (outra palavra difícil) pode ser encurtado para "guete". Não se preocupe com estes erros. Seu filho aprenderá a falar corretamente, se estiver ao redor de bons modelos. Seu filho entende muito mais do que pode expressar. Nesta idade, ele poderá seguir comandos de duas etapas (como "Pegue sua blusa e vá até a porta"). Levante as suas mãos Gesticule dramaticamente ao dar suas instruções, e seu filho poderá até ser capaz de fazer uma série de três etapas. Gestos e dicas visuais de todos os tipos ajudam as crianças a juntar as peças de linguagem, então use seus olhos, mãos (e até estes pés de valsa) para uma conversa duradoura e viva com seu pequeno. Na dúvida marque uma avaliação.
Eu posso lhe ajudar!

Leandra T. Falcão Fonoaudióloga e Psicopedagoga Especialista em Linguagem Atendimento em Apraxia e TEA www.leandrafonoaudiologia.com

0 comentários:

Postar um comentário

Vem comigo!

A Divulgação da Fonoaudiologia!

AVISO

Este Blog é uma central de compartilhamento de informações, notícias, trabalhos científicos e arquivos. Sendo seu objetivo principal a interação entre fonoaudiólogos ou estudantes de fonoaudiologia e áreas correlacionadas, sendo assim sua participação é sempre de extrema importância. Além das informações e orientações sobre Fonoaudiologia e áreas correlacionadas, estarão disponíveis materiais terapêuticos, sendo que as autorias sempre serão respeitadas. O fornecimento dos Download visa suprir a dificuldade de acesso e aquisição de materiais em nossas áreas de atuação, porem jamais fazendo apologia a pirataria. Assim deixo um pedido: Caso possam adquirir as obras nas livrarias, compre-as, contribuindo assim com os autores e com o movimento da máquina científica. As publicações de minha autoria que estão sendo disponibilizadas podem ser utilizadas de forma livre pelos visitantes, peço apenas que divulguem a fonte e autoria do material.
“As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento ao Odontopediatra, Ortopedia Funcional dos Maxilares, Ortodontia,Fonoaudiologia, Nutrição, Psicologia, Pediatria e outros especialistas”